Mas aquele que perseverar até o fim será salvo. Mateus 24:13.

A palavra perseverança me encanta, porque é cercada de uma esperança de que algo acontecerá. Gosto muito dela pelo fato de ser carregada do estigma do “bom caráter”.

Jesus dirigiu essa palavra em Mateus 24 para os cristãos que vivem numa época difícil. Posso afirmar que é um desafio viver num tempo como esse. Tempos de muitas obrigações e tarefas, de pressão financeira, de quedas morais…

Como líderes e discipuladores lidamos em todo tempo com essas pressões, com neófitos, pessoas imaturas, inconstantes na fé… Muitas vezes movidas por enganos e desejos da alma.

Todos os dias pessoas estão desistindo. Uma família, uma célula, um discípulo… A desistência não é uma palavra cultuada, ela não está estampada nas capas das revistas. Mas infelizmente é uma atitude muito praticada. A inconstância das pessoas motivadas por “novos tempos” (fracassos), tem feito esse ciclo de desistência girar a cada nova estação.

A promessa para a perseverança é o que deve nos mover. Para atingirmos a promessa precisamos nos desafiar. O desafio do crescimento. Deus quer remover, derrubar nossos medos, fracassos, estruturas de enganos e orgulho de dentro de nós. Ele quer nos dar seu caráter de nunca desistir.

Ele quer aprofundar nossas estruturas, nos concretando com fé, fidelidade, justiça e misericórdia. Muitas são as distrações no caminho, muitas as pedras, comentários, críticas…

Querido líder, Deus tem uma obra linda para realizar através da sua vida. Os sucessos são coroados de muito trabalho, o trabalho de perseverar, mas certamente o perseverante herdará a coroa da vida, somente o que vai até o fim será chamado de servo bom e fiel! Somente esse será salvo!