Material:

  • Papel;
  • Envelopes de carta;
  • Canetas.

Desenvolvimento:

  • Escreva o nome de cada participante em um envelope e coloque-os à vista de todos, para que possam identificar os nomes escritos;
  • Dê para cada participante uma folha de papel e uma caneta;
  • Cada um deverá escrever uma característica positiva sobre os participantes da reunião. Não escreva sobre si, somente sobre os outros.
  • Coloque o que foi escrito sobre cada um em seus respectivos envelopes. Por exemplo: no envelope que está escrito “Maria” deverá ser colocado todas as características que forma escritas sobre ela.
  • Cada participante, então, pegará seu envelope e lerá as características descritas;

Conclusão: Depois que cada um ler, é interessante fazer uma discussão sobre o que se encaixa ou não com cada um. É interessante que existem pessoas que tem uma característica tão marcante que em seu envelope só aparece ela. Às vezes uma característica vista em alguém por outra pessoa pode despertá-la para um dom, um talento e até mesmo um chamado nunca imaginado.

Para uma célula mais madura pode-se trocar “boa característica” por “um ponto a se crescer”, mas para essa aconselho que estejam participando somente membros da célula e que tenha maturidade de entender o propósito. Nunca faça essa variação com convidados, pois podemos constrangê-los. Observando como as pessoas nos veem temos uma noção mais fiel de características boas e pontos que devemos crescer.

Essa dinâmica foi aplicada pelo meu amigo Pr. Willy Sandro, em um reunião ministerial que participei.

Espero que esta dinâmica possa te auxiliar. Se tiver alguma sugestão ou dúvida poste um comentário. Quer bater um papo comigo? Me segue no Twitter @bru2nocampos.

Boa dinâmica pra você. Até a próxima. Deus abençoe.