Célula é fazer gol

0

Ao som de:

“Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todas as suas forças e de todo o seu entendimento” e  “Ame o seu próximo como a si mesmo.”

No último fim de semana foi realizado, em minha igreja, o II Congresso Onda (se deseja saber mais sobre esse projeto clique aqui) e fomos tremendamente ministrados pelo Espírito Santo através da vida do Pr. Douglas, fundador do Jesuscopy.

Em uma de suas palavras ele fez uma analogia bastante interessante que quero compartilhar com você. Um estudante do curso de Educação Física, geralmente passa todo um semestre estudando sobre uma das maiores paixões dos brasileiros, o futebol.

Durante esse tempo ele investiga e adquire profundo conhecimento em regras, o que pode, o que não pode, medidas dos campos, para que serve a meia-lua da grande área, impedimento, escanteio, tiro de meta… Tudo! O cara se torna um especialista em futebol.

Se você perguntar para o Pelé, considerado o maior jogador de todos os tempos, o que é o futebol ele irá dar uma explicação muito simples: futebol é pegar a bola e tentar colocá-la dentro da meta adversária. Simples!

Nós muitas vezes estamos nessa situação. Se tratando de teoria somos especialistas em bíblia, em louvor, em célula. Mas não fazemos o gol! Fazer o gol é colocar em prática aquilo que sabemos na teoria.

Assim como Pelé resume o futebol, Jesus nos resumiu a bíblia em Lucas 10:27. Precisamos começar a amar de fato. Em nossas células é necessário começarmos a mudar o foco. O foco são pessoas e não somente números.

Quando pensamos somente em números, a multiplicação é o foco. Quando pensamos em pessoas, a transformação de vidas, a cura emocional, a saúde espiritual e física, as necessidades passam a ser o foco.

Abro aqui um parêntese: por experiência, garanto a você, quando focamos em pessoas os números serão uma consequência natural do nosso pequeno grupo.

Somos muitas vezes especialistas na teoria do amor, mas quando nos vemos em uma situação de extremo desconforto em que a resposta é amar na prática, acabamos fugindo com uma desculpa esfarrapada.

Quando foi a última vez que você amou? Quanto tempo faz que você ajudou um irmão que está desempregado a arrumar um emprego? Aconselhou, sem massacrar, uma ovelha que pecou? Deixou de ir a uma lanchonete e pagou um jantar pra um mendigo?

Não é demagogia. Amor é atitude. Não existe como amar sem demonstrar com ações.

Célula, meu querido, é fazer gol. Fazer gol é amar e amar pessoas.

Eu te desafio a praticar atos de amor em sua próxima reunião de célula. Pense em algo que seu pequeno grupo possa fazer para impactar a vida de alguém.

Sou um apaixonado por minha esposa Danielle, minhas filhas Wanessa, Ana Cecília, Ana Liz e meu caçulinha Téo. Designer, idealizador do Projeto Amo Minha Célula. Amo ler, escutar, ver e estudar. Sou anfitrião de célula e trabalho com pequenos grupos desde 2005 na Paz Church Palmas/TO.

Posts Relacionados

Comente

Novos

Dinâmica - real ou falso